Boas Práticas

Veja 11 motivos para você ter uma ferramenta de cálculo de custos de pecuária de corte

*material produzido em parceria com a Agrishow

É cada vez mais fácil – e frequente – produtores agrícolas acompanharem a evolução de suas produções na palma da mão graças aos aplicativos para smartphones, afinal, eles permitem reunir diversas informações em um só lugar via consolidação de resultados apresentados em forma de gráficos e números, além de planilhas.

Estão disponíveis no mercado apps que permitem ao usuário obtenham resultados mesmo quando não contam com dados detalhados sobre cada componente do sistema, como o CUSTObov desenvolvido pela Embrapa. No caso dos produtos veterinários, basta informar o total gasto no ano com vacinas, vermífugos e outros medicamentos, sem especificar produtos, dosagens, consumos por categoria animal e preços unitários pagos. O mesmo ocorre com os suplementos (mineral e ração), para os quais basta digitar o valor total desembolsado no ano.

Confira 11 funções do aplicativo:

  1. Maior detalhamento da utilização do solo, subdividido em pastagens, áreas para produção de volumosos e outros cultivos permanentes;
  2. Cálculo e exposição da lotação média das pastagens, em cabeças e unidades animal;
  3. Custos e receitas, antes apresentados apenas em Reais, agora expressos em arrobas de boi gordo;
  4. Quantidades vendidas (total e por hectare) subdivididas em animais para abate e para recria/engorda, medidas em kg de peso vivo e arrobas (15 kg) de carcaça;
  5. Apresentação do rendimento de carcaça médio da fazenda, calculado com base nos abates do ano;
  6. Custos e seus componentes calculados também por hectare;
  7. Custo variável e custo total apresentados com e sem a inclusão da compra de animais para recria/engorda e seus juros;
  8. Produção da fazenda (total e por hectare), antes medida apenas em kg vivos, agora exposta também em arroba de carcaça;
  9. Receitas, custos e margens calculados também por hectare;
  10. Remuneração do administrador/empreendedor calculada de duas formas: sem considerar aqueles itens que não têm implicação no caixa, isto é, a variação no valor do estoque de gado, de natureza patrimonial, e os juros, que são um custo de oportunidade; levando em conta esses dois itens;
  11. Inclusão de valores por mês para a receita, grandes itens de custo e margens.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *