Tecnocarne Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Perspectivas de crescimento de exportação de carne bovina

Perspectivas de crescimento de exportação de carne bovina

Em 2018, dos 10,96 milhões toneladas de carne bovina produzidas pelo Brasil, 21,12% são exportados, desses 78% é carne in natura, 11,08% carne processada e 8% são miúdos, de acordo com dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC). "Há um mix de produtos e dependendo dos países determinamos o que será enviado", explica a diretora executiva da ABIEC, Liège Vergili Nogueira. Hong Kong, China, Egito, Rússia, Irã, União Europeia, Chile, Arábia Saudita, Estados Unidos e Emirados Árabes são os dez principais destinos da carne brasileira. Segundo Liège, para 2019 seguem os players com a China liderando destino da nossa carne.

Na hierarquia da carne: “ingredientes (picados, recheios e moídos) na qual competimos fortemente com a Índia, que exporta carne de búfalo; “culinária” (bife fine, roast beef, meat loaf) em que a carne é parte da receita; na qual competimos com Estados Unidos que abastece mercados nos quais não entramos, e “gourmet/premium” (steak, bife alto, suculento, direto ao fogo/churrasco, textura, sabor, maciez, que dispensa receita, em que competimos com Argentina, Austrália, Estados Unidos e Uruguai.

Dentre os mercados que ainda não acessamos estão Canadá, Coreia do Sul, Indonésia, Japão, México e Taiwan. “São mercados com potencial consumidor, mas com barreiras comerciais travestidas de barreiras técnicas”, comenta a diretora executiva ao lembrar que o Japão fechou acordo com o Uruguai em um cenário semelhante ao que o Brasil pode praticar. “A rastreabilidade individual é um desafio, pois somos maiores territorialmente e temos mais cabeças de gado”.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar