Processos

Com o que realmente se preocupar ao readequar frigoríficos?

A primeira decisão a ser tomada na readequação de frigoríficos é sobre a importância da avaliação do rebanho pecuário nas fazendas ao redor da unidade de abate. “Nessa avaliação, devemos traçar uma meta máxima de distância da unidade que pretendemos comprar os animais, buscando a melhor viabilidade de frete para custo e viabilidade de preço de venda”, explica o zootecnista e gestor comercial da Barra Mansa Alimentos, Lucas Ferriani,

Em seguida, devemos avaliar velocidade de abate e desossa. O empresário pode se perguntar: devo contratar mais pessoas ou aumentar a jornada de trabalho dos colaboradores? Nesta questão, Ferriani indica que devemos ponderar o melhor custo benefício entre horas trabalhadas e capacidade de produção para a mão de obra existente e a partir disso decidir se é melhor aumentar a jornada de trabalho ou o número de trabalhadores.

Outra variável a se considerar é a necessidade (ou não) de readequação da capacidade de armazenamento do frigorífico. Ferriani explica que, baseado no aumento estipulado pelo setor comercial da empresa, deve-se ajustar a capacidade de armazenamento real, mantendo o mesmo giro de armazenagem em dias, ou diminuindo a capacidade em dias de armazenagem na mesma estrutura.

O gestor de compras da Barra Mansa Alimentos diz que avaliar o custo benefício da capacidade de operação é fundamental. “O que é melhor? Ter capacidade de armazenar 3 dias de produção, sem necessidade de investimento em estocagem, ou aumentar a capacidade de armazenamento para cinco dias, mas que precisa de investimento”, questiona.

Por fim a questão logística é uma variável que que merece atenção total. “Devemos também avaliar a capacidade física/estrutural do frigorífico, além da mão de obra para realizar o carregamento em tempo hábil para as entregas, ou seja, devemos considerar a capacidade logística de entrega”.

Assim, como deve ocorrer com os colaboradores destinados à área de produção, devemos também ponderar o custo/benefício entre mão de obra e jornada de trabalho. “O aumento de docas de carregamento pode ser uma medida interessante neste sentido”, comenta.

Por isso é primordial que todos os profissionais do setor estejam atentos ao mercado, somente assim a decisão de readequar a complexa estrutura do frigorífico será mais acertada. Para isso, é fundamental que haja constante planejamento, sempre alinhando as necessidades e características do mercado com a capacidade do frigorífico em todos seus aspectos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *