Tecnocarne Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

vai-comercializar-carne-bovina-conheca-6-tecnicas-de-boas-praticas-tecnocarne

Vai comercializar carne bovina? Conheça 6 boas práticas para o varejo

No Brasil, o consumo de carne bovina saiu de 7.188 mil toneladas em 2015 para 8.471 mil toneladas em 2025, sendo que 74,6% deverá servir o mercado interno, de acordo com uma projeção da Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura e da Secretaria de Gestão e Estratégia da Embrapa. Perseguir essa crescente demanda, diante de um cenário em que o consumidor fica mais exigente em relação ao produto, é um desafio que ultrapassa as barreiras de abatedouros e frigoríficos, e chega a supermercados, açougues e butiques gourmet de todo o País.

Dois pontos de atenção são a segurança alimentar e a origem do produto. Esses aspectos, foram contemplados pela ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados) em uma lista de orientações para o mercado varejista. De acordo com o vice-presidente da entidade, Márcio Milan, a proposta com essas ações é oferecer qualidade e segurança aos consumidores. Em 2013, o MPF (Ministério Público Federal), juntamente com a ABRAS, firmaram um Acordo de Cooperação Técnica para comercialização legal de carne bovina no Brasil, já com vistas a evitar a compra de proteína animal de propriedades que tenham, comprovadamente, problemas em âmbito ambiental e social.

Confira, a seguir, 6 boas práticas na comercialização de carne bovina no varejo.

1 - Adquirir somente carne que passou pelo SIF (Sistema de Inspeção Federal), com carimbo, uma garantia de que as carnes não vêm de frigoríficos clandestinos nem de fazendas com passivo ambiental.

2 - Incentivar os fornecedores da indústria de carne a monitorarem o risco socioambiental na origem da matéria-prima.

3 - Manter rigoroso cadastro de seus fornecedores e dos dados de aquisição de carne bovina.

4 - Valorizar os fornecedores e produtos da cadeia da carne que promovam a sustentabilidade.

5 - Manter programas ou sistemas de qualidade e segurança alimentar especialmente focados nas boas práticas da comercialização da carne bovina.

6 - Divulgar a seus fornecedores e a seus consumidores todos os cuidados que o supermercado mantém para comercialização da carne.tecnocarne_infografico_carcaca

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar