Tecnocarne Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Sabia que açougue pode fechar por má manutenção de balcão refrigerado?

Sabia que açougue pode fechar por má manutenção de balcão refrigerado?

Por muitas vezes os balcões refrigerados deixam de atender as necessidades do açougue ou supermercado. Isso resulta em riscos que podem afetar o funcionamento do próprio balcão e até em riscos sérios à saúde humana; balcões refrigerados não higienizados e limpos corretamente são um prato cheio para a contaminação de produtos neles expostos.

Tanto o gerente de pós-venda da Gelopar, Sergio Jash, quanto o gerente técnico da Refrigeração Modelo, Valdeci Gonçalves, afirmam que o conglomerado de sujeira e os restos animais são elementos que aumentam o risco da proliferação de bactérias. E com a limpeza ineficiente, há o risco de o balcão ter sua vida útil reduzida, devido aos danos irreversíveis que o equipamento pode sofrer. Nestes contextos, a manutenção preventiva do equipamento é ação fundamental.

A conservação e refrigeração incorretas das carnes e derivados presentes nos balcões refrigerados podem resultar em sérias sanções ao supermercado ao açougue. No Brasil, os órgãos responsáveis pela fiscalização destes equipamentos de refrigeração são as vigilâncias sanitárias municipais e estaduais. Estas seguem toda a recomendação imposta pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Durante o processo de fiscalização, a Vigilância pode usar denúncias anônimas para identificar os estabelecimentos que não estão cumprindo com a regra de conservação dos alimentos. E caso o estabelecimento não atenda aos requisitos previstos na legislação, medidas cabíveis são adotadas pela vigilância. Tais medidas são a autuação, notificação, aplicação de advertências e de multas (penalidades pecuniárias). Se o estabelecimento persistir no descumprimento das normas sanitárias, o órgão competente poderá aplicar a medida da interdição, até que tudo seja regularizado.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar