Tecnocarne Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Frigoríficos: cuidados com uso de amônia em suas instalações

Frigoríficos: cuidados com uso de amônia em suas instalações

A amônia é um dos melhores gases para sistemas industriais, especialmente para equipamentos de refrigeração utilizados em frigoríficos, entretanto pode oferecer riscos aos trabalhadores, uma vez que o vazamento desse produto intoxica pessoas e causa sintomas como dor de cabeça, vômito e falta de ar, podendo, inclusive, levar a vítima à morte.

Quem pretende usa amônia para manter seu sistema de refrigeração, deve ter um projeto, baseado em normas e códigos de engenharia, ficar atenta à manutenção periódica e fazer o controle da operação de forma adequada. Os equipamentos devem ser bem dimensionados e instalados, além de testados antes de começar a operar.

Uma maneira de evitar problemas é seguir a Norma Regulamentadora nº 36 - Segurança e Saúde no Trabalho em Empresas de Abate e Processamento de Carnes e Derivados. “Conhecida como NR dos Frigoríficos, a NR36 busca a prevenção e a redução de acidentes de trabalho nesses ambientes”, explica diretor técnico comercial da Enesens Sistemas de Detecção, Alexandre Sá.

Relacionado a agentes químicos, como a amônia, a NR36 ressalta o uso da Detecção Precoce de Vazamentos, ou Detecção de Gás, como procedimento eficaz que garantem a máxima Proteção de funcionários. “Os detectores de gás são equipamentos responsáveis por monitorar a concentração de gases no ambiente e alertar, de forma sonora e visual, caso essa concentração ultrapasse os limites permitidos pelas legislações”, explica Sá.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar